31 de outubro de 2013
OYSTER BAR GRAND CENTRAL TERMINAL – NEW YORK

Oyster Bar Grand Central Terminal

Pegue um expresso de volta para o passado ao visitar a Grand Central Terminal. Não só ao passado, como também ao cenário de grandes filmes. Sem dúvidas, um dos templos vivos de New York. Além da excelente de passeio, você ainda poder comer no histórico e elegante Oyster Bar (http://www.oysterbarny.com). Serve há 100 anos (fundada em 1913) peixes e frutos do mar frescos e claro, tem como grande expertise, as ostras, que são oferecidas em 30 variações diferentes. Em frente ao Oyster Bar ficam os famosos arcos acústicos, onde as pessoas podem falar um com as outras nos pilares opostos, que são distantes, mas elas se escutam como se estivessem lado a lado. Uma opção completa!!!

Oyster Bar Grand Central Terminal

Oyster Bar Grand Central Terminal




31 de agosto de 2013
BAR DE OSTRAS – TIRADENTES

 20130831-005615.jpg

A Pousada Solar da Ponte em Tiradentes montou para o Festival de Cultura e Gastronomia o Bar de Ostras e, sem dúvidas, esteve entre os destaques do Festival. Comandado pelo Chef Décio Ventura, nao poupou criatividade para servir os exigentes degustadores que passam por ali. Cheio de ousadia, o Chef montou uma grande variedade de pratos baseados em ostras que surpreendeu o público. Pra mim, o destaque foram as ostras com queijo brie e pistache que mostrou uma harmonização perfeita, mas as ostras a escabeche também nao deixam a desejar. Assim como o risoto de ostras que tinha uma base perfeita e grandes sabores.
O local do evento foi outro destaque. Construído pelo Ted, proprietário do Solar da Ponte, se mostrou perfeito para o evento. Aconchegante, moderno e de grande integração entre a cozinha e o público. De muito bom gosto, o lugar é perfeito.

 

20130831-005457.jpg 20130831-005630.jpg 20130831-005646.jpg

 

A harmonização das ostras foi feita com espumantes. O espanhol Cava Don Román Rosé Brut e o francês Domaine Collin Cremant de Limoux Brut. O espanhol trás aromas de frutas vermelhas maduras. Levemente seco e de boa perlage. Bastante frutado e persistente. Já o francês era bem seco e com gostos e aromas de amêndoas e nozes. Persistente e de ótima perlage. Ambos, embora um pouco distintos, desempenharam seus papéis para acompanhar as ostras preparadas elo Chef.

De verdade, foi uma excelente escolha. Maravilhosa!!!

 

20130831-005745.jpg20130831-010005.jpg20130831-005900.jpg20130831-005919.jpg20130831-005838.jpg




6 de julho de 2013
HUÎTTRERIE RÉGIS – PARIS

 

Paris é recheada de lugares fantásticos e entre estes lugares bons restaurantes. É uma tarefa difícil escolher uma restaurante por lá, haja vista o grande número de opções disponíveis. Mas acabei fazendo um escolha maravilhosa: Huîttrerie Régis (3 rue de Montfaucon, 6th, +33 1 44 41 10 07huitrerieregis.com. Métro: Mabillon or Saint Germain des Pres). Uma pequena e simpática casa no coração da badalada Saint German tocada pela própria família. A casa tem apenas  6 mesas e em dias de calor + 4 mesas na calçada. Serve somente ostras em porções, que vão de 1/6 dúzia a 2 dúzias, sendo que a porção mais “requintadas” inclui também camarões. Lógico que não resisti e acabei pedindo a porção mais requintada, né? As porções sao vendidas pelo tamanhos das ostras e assim varia-se o preço entre elas. Ostras frescos e saborosas é a marca da casa. A carta de vinhos não esta entre as melhores, mas possui bons brancos e bom champagnes para harmonizar com as belas ostras. A Huîttrerie Régis consta de algumas listas de restaurantes que valem a pena conhecer em Paris e posso dizer que vale mesmo. Se você gosta de ostras e de um bom restaurante deve ter como meta conhecer este local. Fantástico!
 
 
 



8 de junho de 2013
MARCHÉ DES QUAIS – BORDEAUX
Categorias: Bordeaux, Huîtrerie, Ostras

Domingo é dia de feira e em Bordeaux não é diferente. Os franceses realmente curtem fazer compras ao ar livre e a feira livre de Bordeaux está em um local simplesmente fantástico. Todas as barracas brancas e tudo muito limpo as margens do rio Garrone (Quai des Chartrons, 8am to 4pm). As ofertas de alimentos são de fato um convite a gastronomia local. Há barracas de pães, queijos, macarrons, vinhos e lógico aquelas tradicionais de frutas, verduras, legumes…
O meu passeio pela feira começou pelas frutas. Nunca havia visto morangos tão vermelhos e tão convidativos e lógico que comprei uma caixinha para degusta-los ali mesmo andando pela feira. Tb nao resisti aos macarrons. Havia uma grande diversidade numa barraca que chamava a atenção. E de fato valeram a pena. Maravilhosos! Mas o destaque da feira fica por contas das ostras frescas. Comer ostras frescas pela manha acompanhada de vinho branco só mesmo em Bordeaux (6 por 5,50 euros). E a simplicidade acompanha esta degustação. Pratos e copos de plásticos assim como as mesas e cadeiras. O vinho pode ser adquirido em uma barraca próxima e serve em copinhos básicos, mas vinhos de Bordeaux são sempre vinhos de Bordeaux, né? Posso dizer que foi uma experiência e uma degustação fantástica!!!
A feira de Bordeaux é um paraíso dos alimentos e lugar maravilhoso para se alimentar e passear sem pressa. Ver os alimentos ao redor com tamanha qualidade é algo que contagia. Se estiver por lá não deixe esta oportunidade passar. Você vai se sentir num programa gastronômico de televisão onde você anda de barraca em barraca descobrindo a culinária local.