23 de maio de 2015
ADEGA SANTIAGO – SHOPPING CIDADE JARDIM

IMG_9733

Inspirado na Península Ibérica, esta casa tem a sua cozinha dedicada a receitas espanholas e portuguesas. O ambiente é casual e requintando ao mesmo tempo sendo que e a vista da cidade da um toque especial neste cenário. A carta de vinhos, com 150 rótulos, acompanha a inspiração da casa e oferece vinhos das regiões da Espanha e Portugal. 100% da Peninsula Ibérica. A cozinha, com pratos e tapas, unida a  carta de vinhos, sendo tudo dedicado as receitas e bebidas ibéricas faz deste endereço um dos melhores bares-restaurantes da cidade. IMG_9734O espeto de lula, camarão e polvo é um destaque da casa, que pode vir acompanhado de cogumelos salteados na manteiga.
Pra encerrar. o Romeu e Juliana “Ibérico” criado na casa é sensacional: goiabada com queijo Serra da Estrela. Para jantar ou para petiscar você estará bem servido nesta casa. Os tapas seguem a tradição ibérica e acompanhadas dos bons vinhos ou drinks da casa formam um ótimo bar e ao mesmo tempo que os ótimos pratos foram um bom restaurante. Boa opção em São Paulo.




17 de maio de 2015
AIZOMÊ

O Aizomê é um dos endereços mais premiados de sua categoria. Comandado por dois chefs de calibre, SHINYA KOIKE (Shin) e TELMA SHIRAISHI SHIMIZU, especialistas em buscar ingredientes do campo e assim juntam Oriente e Ocidente. Mas eles já não permanecem na casa com a mesma frequência do passado. O Shin está bem mais presente no seu outro endereço, o Sakagura A1.

Destaque para o balcão que acomoda 12 pessoas e ali os cliente podem observar os pratos sendo finalizados com as técnicos gastronômicas orientais, além da interação privilegiada. A apresentação que chega às mesas, ou ao balcão, é impecável e a qualidade inquestionável. O menu degustação é uma das estrelas da casa que, diariamente, tem o seu conteúdo alterado.

 

image




28 de março de 2015
DEGUSTAÇÃO – PORTUGAL, BRASIL E ALEMANHA

IMG_9246

PERA MANCA BRANCO 2012

O Pêra-Manca branco foi produzido pela primeira vez em 1990 e é a marca que a Adega Cartuxa destina aos seus vinhos especiais. Produzido a partir de uma seleção das castas Antão Vaz e Arinto. A safra 2012 tem aroma frutado com notas minerais e de mel. Bastante frescor e boa acidez com um final persistente. Sempre uma boa opção!

 

COLLECTOR BLANC DE NOIR 2013

Este espumante de Campos de Cima da Serra com 100% de Pinot Noir é uma grata surpresa. Elegante na perlage e de ótima acidez. No nariz aromas de amêndoas e de fermento. No boca tem frescor e também um final mineral persistente. Harmônica e bem balanceada. Uma ótima opção! Orgulho do nosso Brasil e da enóloga Paula Guerra Schenato.

 

WEINHOF SCHEU PINOT NOIR 2009

Spätburgunder (SHPAYT-bur-GUHN-der). Este e o nome para o pinot noir alemão. Mas, a verdade é que a maioria das pessoas se quer sabe que a Alemanha produz vinhos tintos e muito mesmo que produz Pinot Noir. De fato, é muito difícil acha-los nas wine shops e são muito pouco divulgados. Mesmos em restaurantes alemães eles são raros, mas a realidade é que os spätburgunders existem e são de boa qualidade. O WEINHOF SCHEU PINOT NOIR 2009 é um vinho de média intensidade com aroma floral, de cereja e um pouco terroso. Na boca a presença de frutas vermelhas, cereja e toques minerais. De médio corpo com tatinos leves. Vale a experiência de degustar um spätburgunder.




21 de março de 2015
MIYA RESTAUTANTE

 

image

O Miya continua entre os meus restaurantes preferidos de São Paulo. Aqui mesmo já escrevi outras 2 vezes sobre e nesta minha última  passagem não podia deixar de registrar novamente. Desta vez a opção foi pelo menu degustação, que foi preparado pelo sempre excelente chef Flavio Miyamura sob a demanda da competente sommelier Gabriela Bigarelli, que em posse dos vinhos selecionados montou a harmonização com os pratos. Tudo perfeito! Pratos e harmonização.

O Menu:

Começamos com o Terrine de Foie Gras com Doce de Leite e na sequência Tempurá de Lula com Confit de Tomate e Limão Siciliano. Ambos harmonizados com um Spier Creative Block 2013, Sauvignon Blanc – Sémillon sul africano. Os sabores do doce de leite com o foie são surpreendentemente complementares e este conjunto forma um prato leve. A lula saborosíssima! E pra fechar, o Spier Criative Block harmonizou perfeitamente complementando e valorizando os sabores dos pratos.

Dando continuidade ao menu que já havia começado também, degustamos um Atum com Algas e Maionese de Wassabi e Tortilha e também um Arroz de Pato com Endamame. A combinação do atum estava simplesmente maravilhosa e o arroz de pato muito cremoso. Ambos muito bem preparados pelo chef que mostrou nestes 2 pratos grande técnica. Aliás o Atum foi o ponto alto do menu. Este fusion nipo-mexicano de fato agradou muito. E na harmonização um  Miraval Provence 2012. Um rosé premiado e produzido por gente famosa, mas estes detalhes ficam para um outro post. O Miraval foi um vinho que surpreendeu e trouxe um frescor e sabores na boca que complementou os sabores do atum e quebrou a gordura do pato. Demais!!!

E pra finalizar o menu, Costela de Boi Braseada com Daikon e Batata Doce e Barriga de Porco com Purê de Castanhas Potuguesas. Ambos pratos com carne bastante macia e cheia de sabores. O conjunto da carne com os ingradientes doces nestes pratos formam sabores bem marcantes. Quanto aos vinhos, a costela foi harmonizada com um Bordeaux Claremdelle 2005 e a barriga comum Brunello Di Montalcino Col D’Orcia 2005. Bons vinhos, bons pratos e ótima harmonização.

image

 

Encerrando os “trabalhos”, ainda degustamos uma torta de amêndoas com geleia de morango harmonizado com um Sauternes. Um grande final. Ah! E ainda uma pipoca caramelizada pra acompanhar o chazinho de hortelã.

 

image

 

Ótima experiência e parabéns aos mestres, ao chef Flavio Miyamura e a sommelier Gabriela Bigarelli que construíram este menu com mastreia.




21 de março de 2015
COLLECTOR BLANC DE NOIR 2013 – ARACURI

 

image

Este espumante de Campos de Cima da Serra com 100% de Pinot Noir é uma grata surpresa. Elegante na perlage e de ótima acidez. No nariz aromas de amêndoas e de fermento. No boca tem frescor e também um final mineral persistente. Harmônica e bem balanceada. Uma ótima opção! Orgulho do nosso Brasil e da enóloga Paula Guerra Schenato.