13 de novembro de 2014
LEWIS CELLAR CHARDONNAY 2013

 

image

 

Grande vinho! Mais um de Sonoma ou, mais especificamente, do Russian River Valley, mas desta vez Chardonnay. Talvez o melhor branco que eu já tenha degustado. Complexo. Aromas intensos de pera, limão siciliano, maçã verde e brioche e ainda com bastante mineralidade. No palato viscoso e aveludado com uma acidez natural que contribui para um vinho muito bem balanceado. Final persistente. Uma opção fantastica!




10 de novembro de 2014
KENWOOD RESERVE 2011

 

imageJ

 

Aromas frutados intensos de framboesa, cereja e ameixa com boas notas de noz-moscada. Boa acidez, taninos leves presentes e um final persistente. Balanceado e harmônico. Um vinho que não esconde a sua origem do Russian River, em Sonoma na Califórnia. Uma opção flexível à mesa para acompanhar diversas naturezas gastronômicas.

Kenwood foi estabelecida em 1970 no coração do Sonoma Valley na histórica vinícola Pagani Brothers, que produzia vinhos desde 1906. Mas especificamente, localizada no Russian River Valley, que ao lado de Alexander Valley, Dry Creek Valley, Sonoma Valley e Sonoma Mountain formam o melhor de Sonoma appellation.

O Russian River Valley é uma área influenciada pelo frescor do rio Russian e pelo fog do oceano pacífico, já que fica entre os dois, e assim forma uma área amena é favorável para o cultivo da Pinot Noir, que aqui costumam produzir vinhos frutados e encorpados.

 




9 de novembro de 2014
JOEL GOTT 815 2012

Sauimage

 

Este cabernet sauvignon do Napa Valley traz ao nariz aromas de cereja e blackberry com toques de baunilha. Bem balanceado, harmônico e com taninos presentes. Joel Gott é um californiano entrepreneur em vinhos e gastronomia. Depois de atuar com sucesso na distribuição de alimentos e vinhos finos, em 1996 iniciou a sua carreira como produtor de vinho. Um produtor em expansão que já traz algumas boas opções ao mercado.




22 de agosto de 2014
PINOT NOIR PELO MUNDO + SOBREMESA

Pinot Noir

Coldstream Hills Pinot Valley Yarra Valley 2008

Envelhecido 9 meses em carvalho francês, tem aromas intensos de cereja, framboesa e groselha com toque spicy. No palato é de médio corpo e destacam-se a groselha e a ameixa. Muito bem balanceado. Um vinho bem redondo e delicado. Uma surpresa! Pinot Noir da Austrália são raros por aqui, mas eles valem a pena. O Yarra Valley tem a maior área plantada de Pinot Noir no mundo. Embora tenha sido um desafio, a Pinot Noir encontrou um bom clima e se desenvolveu muito bem na região. Muito boa opção de Pinot Noir e de ótimo custo benefício.

Merry Edwards 2009 Russian River Valley Pinot Noir Meredith Estate Méthode à Lancienne

Uma das primeiras winemakers mulheres da Califórnia, Merry Edwards começou a sua carreira em 1974 e teve passagens pelas vinícolas Mount Eden e Matanzas Creek. Dedesenvolveu trabalhos em diversas vinícolas na Califórnia e no Oregon. Em 1997 fundou a vinícola Merry Edwards com foco na produção de Pinot Noir no vale do Russian River em Sonoma. Com aromas intensos e complexos de pimenta, amora, ameixa e florais como rosas e violeta. Toques de tabaco e baunilha. Na boca é persistente com taninos redondos e boa acidez. Balanceado e estruturado. Um Pinot Noir diferente e surpreendente. Ótima opção e excelente experiência.

Aloxe-Corton 1er Cru Les Fournières Domaine Tollot-Beaut 2010

Um Pinot Noir clássico. Aveludado com balanceamento perfeito. Aromas intensos e frutados de cereja e amora. Na boca é harmônico com toques de cogumelos.  Taninos redondos e final longo. Um 1 er  Cru que dispensa comentários. Uma opção clássica e sem erro de que será um bom vinho.

Château Ramon Monbazillac 2009

Monbazillac é uma cidade no sudoeste da França, que fica na margem esquerda do rio Dordogne, onde se produz vinhos doces. A appellation de Monbazillac cobre quase 2.000 hectares de vinhedos. São vendidos como Monbazillac apenas as uvas afetadas pela Botrytis, as não afetadas são vendidas como Bergerac (a cidade ao lado). Os vinhedos da área são de Sémillion, Sauvignon Blanc e Moscatel e são vinhos bem similares aos Sauternes. Na verdade, a diferença está na utilização da Moscatel no corte em Monbazillac. O Château Ramon Monbazillac 2009 é de coloração palha e bastante cristalino. Os aromas são cítricos de limão siciliano e maracujá com toques florais. É doce, de bom frescor e bem equilibrado.

 




17 de agosto de 2014
THE FMC CHENIN BLANC

Chenin blanc

 

Chenin Blanc, que também é conhecida como Pineau de la Loire, é uma variedade de uva branca de origem do Vale do Loire, na França. A Chenin Blanc vem crescendo em popularidade por conta dos vinhedos da África do Sul que a adotaram e a produzem mais seca, já que no Vale do Loire ela é mais doce. Aliás, a África do Sul é o maior produtor de Chenin Blanc do mundo.

The FMC 2009 é um vinho complexo que apresenta aromas cítricos, de amêndoa e de mel. Produzido de vinhas plantadas em 1967, este vinho traz ao palato grande harmonia. Um vinho muito elegante e de grande frescor. The FMC é uma expressão do Chenin Blanc da África do Sul.