29 de setembro de 2013
MASSERIA TRAJONE SICILIA NERO D’ÁVOLA 2010

20130929-090438.jpg
A uva Nero d’Ávola passou a ser um dos destaques da Sicilia. Este mesmo é um vinhos cheio de sabores e aromas de frutas. Muito bom para acompanhar comida. Um vinho de corpo médio, feito com 80% Nero d´Ávola e 20% Syrah, e bastante redondo na boca. E cabe destacar o excelente custo-benefício deste vinho. O preço deles nas prateleira é de $55 e nos restaurantes ao redor de $90. Recomendo!




1 de setembro de 2013
DEGUSTAÇÃO DE VINHOS ARGENTINOS – TIRADENTES
Categorias: Argentina, Malbec, Wine

20130901-015226.jpg

Degustação de 4 vinhos argentinos dentro da programação do Festiva de Cultura e Gastronomia de Tiradentes:

COLOMÉ 2011
Malbec do Valle Calchaqui, Salta. Proveniente de uma área biodinâmica certificada. Aromas de frutas vermelhas escuras e na boca apresenta alguma mineralizada, já que o solo da região é bastaste seco e cheio de pedras. Um vinho bastante jovem com taninos bem presentes.

BODEGA NOEMIA 2010
Malbec da Patagônia. Um vinho bastante intenso com aromas perfumados e também de muito frescor. Na boca apresenta sabores de geléia de frutas vermelhas. Um vinho ainda jovem e assim com presença de fortes tânicos. Sem duvida, uma surpresa. Bom vinho! Vale a experiência, inclusive porque Malbec da Patagônia não nos são assim tão comuns. Também proveniente de área biodinâmica certificada.

ZUCCARDI ALUVIONAL 2009 LA CONSULTA
Malbec da clássica região de Mendonza. Um vinho floral tanto nos sabores como na boca, mas ainda muito jovem. Tânico. Grande potencial de guarda. Achei os sabores e aromas bem fechados para maiores avaliações. Produzido a partir de parreiras situadas em uma área a 1.700m de altitude.

ZUCCARDI ALUVIONAL 2009 LA PERAL TUPUNGATO
Também um Malbec da clássica região de Mendoza. Na verdade, a +/- 20km de distancia da área do La Consulta, mas em uma área a 3.700m de altitude. Da mesma forma, um vinho floral e com aromas intensos. Na boca, além das flores também apresenta mineralizada. Enorme potencial de guarda.

Os 2 vinhos da família ZUCCARDI nao são vinhos comercializados no Brasil. Foram produzidas apenas 500 garrafas de cada um deles e é de acesso bastante restrito inclusive na Argentina. Mas mesmo que encontra-los, prepare os seus bolsos. São vinhos comercializados a US$250. Pra mim, o ponto em questão é que nesta faixa de preço há grandes opções e para adquiri-los você vai precisar mesmo estar a fim de degusta-los. Mas independentemente do preço, são grandes vinhos sim e devem evoluir muito em alguns anos.




9 de agosto de 2013
VEGA SAÚCO PIEDRAS CRIANZA 2006

Vega Sáuco Piedras Crianza 2006

Vega Sáuco Piedras Crianza 2006

Ribeira del Duero e Rioja são regiões da Espanha de muita tradição em vinhos, mas Toro também tem as suas qualidades. A uva que prevalece na região é a Tempranillo, conhecida por lá como Tinta de Toro. Um vinho muito bom no nariz onde há presença de aromas de frutas vermelhas com toques de pimenta. Mais intenso nos aromas do que na boca, mas deixa suas marcas no paladar. Destaque para os gostos de cedro e do couro além das frutas vermelhas também sentidas no nariz. Boa acidez e taninos redondos. Final intenso e sem amargor. Mas o que de fato chama atenção neste vinho é o seu preço. O custo benefício é imbatível. E possível acha-lo nas gôndolas de São Paulo por R$55,00. Recomendo!!!